Curso

Administração de Vacinas e Medicamentos Injetáveis, atualização

Local Datas Obs./Horário Inscrição

Cooprofar, Gondomar

4 de agosto de 2021

Das 14h30 às 19h

Informações

De acordo com o Decreto-Lei n.º 20/2020, de 01 de maio, e com as normas de segurança determinadas pela DGS, a Cooprofar implementou um conjunto de medidas de segurança obrigatórias para Colaboradores e Pessoas Externas que acedam às instalações da empresa.

As medidas de prevenção implementadas baseiam-se na Proteção individual, In(formação), Higiene de mãos, Etiqueta Respiratória, Distanciamento Social, Higienização e Desinfeção de superfícies e Auto-monitorização de sintomas.

Assim é obrigatório:
- Controlo de temperatura corporal, sendo realizada a medição de temperatura corporal a todos os colaboradores e visitantes para efeitos de acesso e permanência nas instalações. No caso de a leitura facultar um valor superior a 37,5°C, o formando deve aguardar 1 minuto e repetir a leitura. Se o resultado da leitura for idêntico, não deve entrar na empresa.
- Deve respeitar o distanciamento de segurança de 1-2 metros. Evite a proximidade com os colegas durante intervalos e pausas, assim como nos espaços comuns.
- A lotação máxima dos espaços foi reduzida para cumprir as normas em vigor, pelo que deve seguir as indicações facultadas pela equipa Cooprofar.
- A desinfeção e limpeza regular dos equipamentos e dos espaços está assegurada e estão disponíveis soluções hidroalcoólicas para possibilitar a desinfeção de mãos com facilidade.
- É obrigatório o uso de máscara ou viseira para o acesso e permanência nos espaços da formação. As mesmas são da responsabilidade do Formando.

Destinatários

O curso destina-se a todos os farmacêuticos que frequentaram, há cinco anos, a Formação Inicial de Administração de Injetáveis, tendo como objetivo a renovação das competências adquiridas no âmbito do serviço de administração de vacinas e medicamentos injetáveis em Farmácia de Oficina.
Deverá frequentar este curso se estiver a terminar os 5 anos da frequência do último curso.
Ao caducar a competência atribuída, consideram-se 3 meses como período limite para a frequência e conclusão com aproveitamento da formação de atualização. Após esse período de 3 meses, o farmacêutico(a) deverá frequentar a formação inicial.
Este curso é valido por um período de 5 anos.
Para a atribuição da competência pela Ordem dos Farmacêuticos, deverá também frequentar o Curso de Suporte Básico de Vida ou Suporte Básico de Vida e DAE, válido também por cinco anos. A competência caducará assim que atingida a data limite de validade de uma das formações acima referidas. (informação conforme Regulamento da Ordem dos Farmacêuticos).

Objetivos gerais

Sendo uma revalidação da formação, a ação mantém o seu formato teórico-prático e os conteúdos programáticos estão desenhados por forma a permitir ao farmacêutico atualizar os seus conhecimentos na área de administração de vacinas e medicamentos injetáveis, inseridas no âmbito dos serviços farmacêuticos descritos na Portaria 1429/2007 de 2 de novembro.

Conteúdos Programáticos

- Legislação e Boas Práticas Farmacêuticas aplicadas à vacinação
- Conceitos básicos de Imunologia aplicados à vacinação
- Plano Nacional de Vacinação (PNV) – definição, âmbito, conteúdo
- Vacinas não incluídas no PNV
- Classificação geral, segurança, contra-indicações e precauções
- Segurança na administração de vacinas e medicamentos injectáveis
- Principais Reações Adversas e sua prevenção – reação vagal, reação alérgica/choque anafilático
- Choque anafilático – definição, sinais e sintomas e algoritmo de atuação
- Equipamento de emergência e sua aplicação
- Administração de vacinas e medicamentos injetáveis – equipamento, preparação dos fármacos, preparação do doente, procedimentos de segurança
Demostração e Prática 1
- Simulação de atuação em caso de reação anafilática/alérgica e reação vagal (demonstração da prática pelos formandos)
- 2 bancas práticas onde os formandos irão manusear todo o equipamento do Kit de emergência
Demostração e Prática 2
- Demonstração e prática das diferentes técnicas de administração de vacinas e medicamentos injetáveis (demonstração da prática pelos formandos)
- Esclarecimento de dúvidas e questões relacionadas com a prática e os conceitos abordados
- Avaliação Teórica - Teste de escolha múltipla


Metodologia

Disponibilização das apresentações em suporte de papel
Método ativo - 2 bancas de treino, material – manequim “task-trainer” de injetáveis, manequim/simulador de deltóide e trícipe, material para administração de injetáveis e material de emergência para resposta às reações adversas, anafiláticas….

Método Demonstrativo, material – manequim “task-trainer” de injetáveis, material para administração de injectáveis e material de emergência para resposta às reações adversas, anafiláticas….

Orador(es)

Dra. Rita Resende e ou Dra. Raquel Fernandes

Condições de Frequência e Certificação

A totalidade da ação

Termos e Condições:

    Inscrição

    A inscrição pressupõe o conhecimento e aceitação das condições de participação.

    A inscrição é efetiva a partir do momento que seja submetida online no nosso site (não aceitamos inscrições provisórias).

    Caso tenha dificuldades na inscrição online, envie-nos um e-mail para formacao@cooprofar.pt

    A confirmação do curso é formalizada pela Cooprofar através de email ao cliente/participante, após receção do comprovativo de pagamento.

    As inscrições são aceites por ordem de chegada.

    Todas as ações de formação realizam-se com um número mínimo de participantes. O número de inscrições está limitado às vagas existentes.

    Só serão consideradas válidas as inscrições que forem confirmadas por e-mail pelo Departamento de Formação da Cooprofar.

    A utilização do serviço de Formação Online pressupõe que o formando:

    Dispõe de acesso a um computador, tablet, smartphone com ligação à Internet, câmara e microfone para chats e videoconferências.

    Dispõe de um browser (programa para navegar na web), como o Microsoft Edge, Firefox ou Google Chrome

    O formando é responsável por todos os custos associados com o equipamento informático e ligação à Internet, nomeadamente os custos em que possa incorrer para estabelecer e utilizar uma ligação à Internet, assim como os custos das reparações técnicas e a impressão dos materiais pedagógicos.

    A Cooprofar não se responsabiliza pelos problemas de natureza técnica como, por exemplo, avarias no computador, problemas com firewalls, problemas de acesso à Internet, entre outros.

    Pagamento

    Até 2 dias úteis após efetuar a inscrição na ação de formação, por transferência bancária e envio do comprovativo do pagamento para o e-mail formacao@cooprofar.pt mencionando o curso e o nome da entidade ou participante.

    Os valores apresentados já incluem IVA

    Cancelamentos

    Pelos formandos, exclusivamente por escrito, para formacao@cooprofar.pt

    A Cooprofar aceita o cancelamento de inscrições até 7 dias úteis antes da data de início da ação, sem qualquer custo para o cliente/formando.

    Os cancelamentos de inscrições verificadas após essa data e até 48 horas da data da realização da formação darão origem ao pagamento de 20% do valor da ação.

    A desistência na véspera ou no próprio dia implica o pagamento de 100% do valor da ação.

    São permitidas as substituições de formandos, devendo o cliente/formando comunicá-las por escrito, 48h, antes do início da ação.

    Certificados

    Será emitido um Certificado de Presença sempre que assiduidade for igual ou superior ao número de horas de cada ação.




© 2021 COOPROFAR